As seções do Projetor

as-secoes-do-projetor-1

Por Denis Le Senechal Klimiuc

Quando o Projetor nasceu, em dezembro de 2012, eu mal sabia para que serviam todas as ferramentas que o WordPress possui, assim como tudo o que um conteúdo online pode significar para o sucesso ou fracasso de um blog.

Com a ajuda da criadora do blog, Carolina Cordeiro, percebi que era fundamental ter certa organização no ambiente virtual, mesmo que não tivéssemos intenção nenhuma de torná-lo público o suficiente para ganharmos dinheiro com ele.

as-secoes-do-projetor-2

Nossa intenção, aliás, era puramente a de compartilhar opiniões sobre filmes e séries que amássemos ou detestássemos, dando destaque para os lançamentos e premiações e tornando uma equipe entrosada a fim de diversificar ao máximo nosso mais novo xodó.

O Projetor, porém, passou por diversas situações, tendo de uma extensa equipe a um simples responsável pelos textos, culminando no que hoje é um blog colaborativo, com convidados esporádicos compartilhando suas opiniões a respeito de filmes e séries que amam ou odeiam. Entende a pegada?

Por isso, desde o começo, separamos o Projetor em algumas seções, as quais serviriam para categorizar o texto e facilitar o navegante na hora de procurar por um determinado padrão de filmes e séries ou para simplesmente delimitar cada época do blog.

Criamos, então, a Sessão Nostalgia, que destacaria filmes clássicos da Sessão da Tarde e Cinema em Casa, cujas infâncias dos autores do Projetor foram tocadas por tais obras; relevamos os Neo Classics, os filmes com até 30 anos que já se tornaram verdadeiros clássicos do cinema.

Preparamos uma categoria especial para destacar filmes independentes, sejam eles de qual nacionalidade for, a Independência ou Corte!; tivemos a Semana do Horror, especial do final de outubro sobre os melhores filmes do gênero, este adorado por boa parte dos integrantes da equipe original; ensaiamos em O Som da Música, sobre trilhas sonoras marcantes de grandes filmes.

Elaboramos as seções Clássico na Veia, sobre os grandes clássicos de Hollywood; mas também destacamos em Isso Não é Hollywood os grandes filmes de outras nacionalidades; tivemos a Verdade e Desafio, sobre documentários marcantes; e a Literalmente Cinema, com obras adaptadas de livros e comparações entre o original e sua versão cinematográfica.

as-secoes-do-projetor-3

Por fim, adaptamos algumas maneiras dinâmicas para destacar determinados filmes, como a No Cinema, sobre estreias que alguém da equipe acompanhou e curtiu; a seção Estreias de Cinema, por sua vez, apenas destacava todos os filmes daquela semana, com uma pequena sinopse sobre cada um; e a genérica e não menos importante Falando Sobre, com filmes que não se encaixavam em nenhuma das categorias anteriores.

Na segunda fase do Projetor, porém, houve apenas a seção Crítica, a qual foi preenchida com todos os filmes, sejam eles novos ou não, bons ou não. E hoje, com sua terceira fase a todo vapor, o Projetor decidiu encontrar cada uma de suas diversas seções ao incluir cada texto em sua respectiva categoria, sem, com isso, padronizá-lo.

Você poderá encontrar seu texto favorito pesquisando sobre ele ou clicando em cada categoria. Porém, decidimos manter o layout original, sem incluir landing pages de cada uma delas. Algo mais limpo, sem deixar a qualidade de lado. Algo voltado apenas ao cinéfilo de plantão que procura por uma diferente opinião.

Anúncios
Esse post foi publicado em Reflexão e marcado , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s